Muito cachê e a Saúde?

cOMPARTILHE:

Por: Elane Varjão

Nada contra as festas juninas do interior e a contratação de atrações de peso. Mas é preciso ter bom senso, o que parece que falta na Prefeitura de Cruz das Almas. Segundo publicado no Diário Oficial do Município (DOM), foram investidos mais de R$ 5 milhões em cachê para os cantores que se apresentarão na festa junina. Só o cantor Wesley Safadão receberá R$700.000,00. Um gasto que poderia ser direcionado para investimentos em serviços essenciais como saúde, educação e segurança.

Esse ano o Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA) lançou o Painel de Transparência dos Festejos Juninos nos Municípios do Estado da Bahia, uma ferramenta de incentivo à transparência pública, ao exercício da cidadania e de apoio à gestão eficiente dos recursos públicos no fomento à cultura e ao turismo baiano. No portal, constam os nomes das cidades, abas para pesquisa da programação das festas, artistas contratados e valores pagos por cada Município.

Segundo informações do Ministério Público, a prefeitura de Cruz das Almas ainda não aderiu ao Painel da Transparência. Será que a prefeitura vai receber o Selo de Transparência?
O mínimo que se espera é transparência de todos os prefeitos com os gastos nessas festas e em qualquer outra iniciativa, afinal, o dinheiro é do contribuinte. Nós, cidadãos, temos a expectativa que áreas sensíveis como a da saúde, não só em Cruz das Almas, mas em qualquer lugar, seja sempre prioridade número um dos gestores.

Comente:

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência dos usuários. Ao acessar nosso site você concorda com nossas políticas de privacidade.