Mansão do Caminho rebate Sesab sobre fim de partos na instituição

cOMPARTILHE:

Após informar o encerramento do seu Centro de Parto Normal (CPN), a Mansão do Caminho emitiu uma nota em resposta às informações dadas pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab)sobre o fim do contrato de prestação de serviço com a instituição.

Através de um comunicado, a pasta informou que fez propostas para a entidade, mas sem acordo. O centro, por sua vez, informou que foram realizadas cinco reuniões com a Sesab, em que, segundo afirma, foram apresentados documentos que informavam a quantidade de partos realizados em 12 anos e o déficit financeiro, “mesmo tendo o investimento governamental”.

“Com esta lacuna, há impactos significativos nos demais serviços prestados pela entidade filantrópica conhecida pela sua caridade e contribuição humanitária”, afirmou a Mansão do Caminho.

A solução proposta diante do impasse foi a transferência dos partos para o Centro de Parto Normal da Maternidade Albert Sabin, em Cajazeiras, mantendo o incentivo governamental no acompanhamento de pré-natal para gestantes de baixo risco.

“É com pesar que tomamos essa árdua decisão em conjunto, já que não conseguiremos seguir daqui para frente sem aporte financeiro que contemple todo o projeto. A nossa instituição vive de doações para auxiliar mais de cinco mil famílias por dia”, disse o diretor-presidente da Mansão do Caminho, Mário Sérgio Almeida.

Reuniões realizadas entre a Sesab e a Mansão do Caminho, de acordo com a instituição:

18 de maio: Diretora da Suregs e assessoras da Sesab, com diretoria da Mansão do Caminho.
3 de agosto: Secretária de Saúde do Estado da Bahia, Roberta Santana, equipe técnica da Sesab, diretor-presidente da Mansão do Caminho, Mário Sérgio Almeida e diretoria da Mansão do Caminho.
14 de agosto: Diretora da Suregs e assessoras da Sesab, com diretor-presidente da Mansão do Caminho, Mário Sérgio Almeida e diretoria da Mansão do Caminho.
18 de agosto: Ministério Público do Estado da Bahia, diretor-presidente da Mansão do Caminho, Mário Sérgio Almeida e equipe técnica do CPN.
1 de setembro: Diretora da Suregs, Dra Monica e equipe técnica, diretor-presidente da Mansão do Caminho, Mário Sérgio Almeida e diretoria da Mansão do Caminho.

Fonte: BNews

Comente:

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência dos usuários. Ao acessar nosso site você concorda com nossas políticas de privacidade.