Saúde sexual na mulher a partir dos 40 anos, como melhorar?

cOMPARTILHE:

Com a chegada da menopausa são muitas as transformações físicas, psicológicas e emocionais vividas pela mulher. Além de sintomas físicos, como irritabilidade e insônia, falta de libido, a menopausa também pode provocar ansiedade, dificuldade de concentração e foco, entre outras queixas.

Segundo um estudo promovido pela Essity, 70% das mulheres brasileiras não estão preparadas para essa fase da vida, o que revela a urgência em abordar a temática e discutir os seus efeitos no corpo, tendo em vista que a pauta ainda é vista como um grande tabu na sociedade – conforme o estudo, 55% ainda informam não gostar de falar sobre o assunto por ser ligado à velhice e mudanças no corpo.

Nesta entrevista, o Portal Olho na Saúde dialoga com a ginecologista Mara Rúbia, para explicar sobre o tema e como viver esta fase da vida de forma consciente e saudável. Acompanhe a seguir.

A partir dos 40 anos o corpo feminino vai mudando com a aproximação da menopausa, quais são estas mudanças?
As mudanças são várias e em diferentes órgãos. Nossos hormônios não caem porque envelhecemos; nós envelhecemos porque nossos hormônios caem. Entre algumas mudanças mais comuns estão as alterações a nível emocional, metabolismo basal, pele e cabelo.

Quais as principais transformações físicas, psíquicas e emocionais que a mulher sofre com a chegada da menopausa?
Labilidade de humor, oscilando entre melancolia e irritabilidade; é muito comum também nesse período a mulher deflagrar processos depressivos.

Deixamos de produzir hormônios femininos com a menopausa?
A “falência” dos nossos ovários traz uma redução de produção hormonal e com isso acontece a menopausa. Na mulher diferente do que no homem há uma cessação da produção do hormônio feminino. Já no homem a queda é lenta e gradual.

Quais as principais queixas das mulheres na sua prática clínica?
Fogachos e redução do desejo sexual.

A Terapia de Reposição Hormonal (TRH) tem mais benefícios do que contra indicações?
Sim. Muito mais benefícios do que contra indicação.

A questão da libido na mulher também é um aspecto multifatorial?
Libido é totalmente multifatorial, por que envolve fatores hormonais, físicos e emocionais.

A rotina, anos de casamento, conflitos conjugais podem tirar o glamour da relação entre duas pessoas?
Esses são, em geral, os principais motivos. Sempre digo que se faz necessário uma reconstrução diária da relação conjugal.

O que fazer para melhorar a vida sexual do casal?
Primeiramente melhorar o relacionamento; depois ajustes hormonais para melhorar lubrificação vaginal, desejo e performance sexual.

Que aspectos comportamentais devem ser enaltecidos para despertar o interesse e motivação sexual pelo companheiro (a)?
Cada casal vai buscar e descobrir dentro da sua realidade, mas ouvindo as mulheres há tantos anos, entendo que mudar a rotina de vez em quando ajuda bastante. Uma saída diferente, viagem, valorização das atitudes do parceiro; cuidado com o corpo, ajuste hormonal e atividade física.

Comente:

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência dos usuários. Ao acessar nosso site você concorda com nossas políticas de privacidade.