Farmácias do SUS vão divulgar estoques de medicamentos na internet, entenda

Parede branca com o nome SUS

cOMPARTILHE:

Farmácias que integram o Sistema Único de Saúde (SUS) terão que divulgar os estoques dos medicamentos na internet para toda a população. A obrigatoriedade da divulgação foi transformada em lei e deverá ocorrer em até 180 dias. A nova medida foi sancionada pelo vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, no Diário Oficial da União.

A lei acrescenta a determinação Orgânica da Saúde de 1990, que destaca instâncias gestoras do SUS a tornarem disponíveis, em seus portais de comunicação, as informações sobre estoques de medicamentos das farmácias públicas que estiverem sob sua gestão.

E embora o Ministério da Saúde já disponibilize esta lista simplificada para o programa Farmácia Popular, que faz parceria com a rede privada de drogarias, ainda não há a transparência definitiva. Nela, aparecem os tipos de medicação voltados à atenção primária à saúde, que podem ser retirados nessa rede, mas as quantidades disponíveis não são informadas e não há atualização frequente.

Comente:

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência dos usuários. Ao acessar nosso site você concorda com nossas políticas de privacidade.